Top blogs de receitas
Chef Ratatui é o blog que vem ultrapassar barreiras geográficas... apesar de ser um espaço virtual pretende-se que se sinta ao meu lado a confeccionar as melhores receitas de culinária... simplesmente a Receita para o Bem-Estar!
Janeiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30
31
tags

todas as tags

Posts mais comentados
28
Mar
10

Olá Pessoal,

 

 

O que as crianças podem aprender enquanto cozinham?

 

Cozinhar é uma coisa que as crianças gostam quase tanto quanto comer.

Elas adoram o processo todo de medir ingredientes, adicioná-los, criar formas, cores e texturas inusitadas e depois comer aquilo que produziram com tanta alegria. Até mesmo muitos adultos adoram ver prontas suas invenções culinárias, principalmente quando são elogiadas.

As crianças nem se dão conta do quanto estão aprendendo em meio a tanta diversão.

Se vocês se perguntarem o que exactamente as crianças estão aprendendo enquanto cozinham, talvez você se surpreenda com a quantidade de informações úteis que elas absorvem lavando, medindo ou cortando ingredientes, cozinhando ou assando – com vocês ou sozinhas, neste caso os mais velhos.

Sem contar o facto de quando cozinham, ou ao menos ajudam na cozinha, as crianças ficam muito mais receptivas a novos sabores e texturas. Aceitam mais variedades de alimentos.

 

Óptimo, vejamos então como por exemplo:

 

Matemática:
• Contar
• Fraccionar
• Medir (volume)
• Pesar
• Sequenciar (o que vem em 1º, 2º, 3º, etc)
• Formas
• Cores
• Resolução de problemas, caso algo esteja errado

 

Leitura:
• Melhora a capacidade da criança em ler – ela pode e deve ler receitas
• Incrementa o vocabulário

 

Ciências:
• Aprende os diferentes grupos alimentares
• Aprende a experimentar
• Estados físicos: gasoso, líquido e sólido
• Crescimento dos alimentos
• Alterações nos alimentos durante o cozimento
• Desenvolve os 5 sentidos: paladar, tato, audição, visão e olfato
• Observa processos de fermentação, fervura, etc

 

Geografia:
• Receitas típicas regionais (e se você tiver um mapa-mundo em mãos, pode mostrar onde se localiza cada país das receitas em questão)
• Tipo de solo adequado para cada tipo de alimento (também pode ser mostrado em mapas, as crianças adoram!)

 

Artes:
• Criação
• Criatividade, inventando suas próprias receitas

 

História:
• Receitas históricas – associar o período em que a receita foi criada/consagrada com fatos históricos ocorridos na mesma época
• Receita de família – a criança aprende suas próprias tradições familiares, a sua história familiar

 

Confira receitas saudáveis para aprender em qualquer idade. Com este livro, suas "dores de cabeça" com preocupações sobre saúde terminarão para sempre!
Saúde:
• Com comer de forma saudável
• Como escolher ingredientes mais saudáveis

 

Boas maneiras:
• Responsabilidade
• Bons modos à mesa
• Segurança
• Limpeza
• Trabalho em equipe
• Compartilhar
• Melhorar a auto-estima

 

Coordenação Motora:
• Picar, misturar, bater, triturar, pulverizar, enrolar, etc ajuda a desenvolver a coordenação motora
É realmente incrível pensar em como uma única actividade reúne tanto ensinamento, além de ser uma diversão e tanto entre pais e filhos. É uma oportunidade que não deve ser perdida! Se você não leva jeito para cozinhar, que ao menos descasquem e piquem frutas juntos, ou batam uma vitamina no liquidificador. Os pais têm muito a aprender com seus filhos – eu aprendi e aprendo todos os dias com as nossas crianças e em especial com a minha filhota Inês, que adora inovar!!!

 

 

 

 

 

 

Vamos lá a ensinar para poder aprender também com elas!

 

Obrigado, pela vossa atenção!

 

Bom apetite!!!

publicado por Chef Michael Rocha às 15:50
05
Mar
10

 

Olá amigos,

 

A minha ausência deve-se  a uma viagem a outro continente que tanto tem a ver connosco, a América Latina é de facto algo mesmo deslumbrante.

 

Um dos locais que visitei foi os irmãos Brasileiros que têm um gosto especial pela culinária e diversão impressionante e que com eles tanto aprendemos.

 

A demanda do mundo ocidental pelas especiarias orientais foi a responsável por aventuras que levariam o homem a dar volta ao mundo e a descoberta de novas terras e novos povos.

 
Quando os portugueses chegaram ao Brasil, a população indígena que aqui vivia já havia desenvolvido seu próprio meio de sobrevivência e sua própria cultura alimentar. Aproveitando-se do que dispunham naturalmente, iam criando pratos que satisfizessem suas necessidades nutritivas.

Cada sociedade tem seu alimento básico, geralmente um carbonato (hidratos de carbono), que assegura a sensação de saciedade esperada de cada refeição.


A mandioca era esse alimento base e compunha muitos dos alimentos que sustentavam os brasileiros de então, com a qual faziam o beiju (é um tipo de bolo feito com a goma da tapioca ou da massa de mandioca assada) e a farinha. Esta última comia-se muito. Como prato único e completo ou acompanhando peixes, frutas, caldos, etc. Era indispensável ao indígena brasileiro. Adicionando o caldo gordo quente sobre a farinha de mandioca seca, os indígenas tinham o pirão (é um prato feito à base de farinha de mandioca) escaldado.

 

Continua…

publicado por Chef Michael Rocha às 10:53
08
Dez
09

Um Tema que me preocupa constantemente e que já é considerada uma doença do Século XXI, tão propalada no publicismo Mundial com um nome extremamente aflautado "Obesidade" (tecnicamente, do grego pimele = gordura e ose processo mórbido) é uma doença na qual a reserva natural de gordura aumenta até o ponto em que passa a estar associada a certos problemas de saúde ou ao aumento da taxa de mortalidade.

 

Algo estranho mas é fácil perceber que as crianças com mais dificuldades financeiras são aquelas que têm uma melhor alimentação: os pais não têm dinheiro, "felizmente", para levá-los com frequência aos estabelecimentos de "comida rápida" e como tal, têm de cozinhar diariamente. Se isto é um facto, eu gostaria de propor alguma receita básicas e aceito sugestões e comentários construtivos para podermos ensinar as nossas crianças (Homens do Futuro) como seria útil leccionar na própria escola do seu filho, como confeccionar uma refeição completa, anti-obesa e saudável. O refeitório já existe na maioria das nossas escolas, vamos combinar, vamos provar que sabemos lutar com ferramentas e armas bem verdes, vermelhas, amarelas e todas as cores da nossa roda de alimentos.

publicado por Chef Michael Rocha às 14:26

| B iografia |

 

Julgo que é mais importante mencionar alguns factos importantes como surgiu este gosto pela cozinha, onde tem origem esta vontade de “ser alguém” no mundo da cozinha?

Comecei a cozinhar muito cedo com a ausência da minha mãe. Não quero mentir, não sou muito bom em datas, mas com sete ou oito anos já cozinhava alguma coisa e com 10 anos cozinhava a sério e com 15 anos já era um cozinheiro por necessidade.

Quando comecei a trabalhar nesta área, aliás, quiseram-me na Cozinha por mero acaso, o Cozinheiro para uma festa de Fim de Ano de uma Empresa de Eventos, despediu-se a ultima hora e quem acham que foram buscar. É mesmo, como eu digo na “hora certa no local certo”. Tentei durante estes anos todos ser cada vez melhor e aperfeiçoar-me. Tinha uma vocação natural, é o que me diziam, um dos meus grandes segredos do empenho e do suposto sucesso que tenho tido é nunca me ter desviado deste caminho de ser já um cozinheiro chefe como ter um Dom para tal e ponto final.

| V   isitantes |

cozinheiro(s) online
últ. comentários
Uii! São mesmo deliciosos! Thanks!
Adoro estes petiscos!
Olá Susana, é sempre bom receber noticias tuas. Ob...
Ficou uma maravilha!
Olá Susana,Obrigado pela sua opinião e volte sempr...
Uma excelente ideia, a de usar os cookies na base....
Olá Susana,Ficaram deliciosos, mesmo! Faz-me lembr...
Ficaram tão gulosos...Bjs, Susanahttp://tertuliada...
Olá Susana,Uiii! Se é! Depois da-me o teu feedback...
Deve ser uma delicia, adorei.Bjs, Susanahttp://ter...